PRESENTE ÉPOCA FUTEBOLÍSTICA NACIONAL EM RISCO

O governo guineense prorroga a proibição de todas as práticas de desporto coletivo no país, por um período de 30 dias. A decisão vem expressa no decreto governamental, que mantém o estado de calamidade em vigor no país, tornado público esta quinta-feira, (25-02).



De acordo com o documento na posse de  O Golo GB, é proibida a prática desportiva tanto nos espaços abertos, bem como nos fechados.

"É proibida toda a prática de desporto coletivo, quer em espaços fechados, quer em espaços abertos", lê-se no artigo 13.º do decreto do estado de calamidade. 

Contudo, a prática de desporto individual e de lazer em espaços abertos está autorizada, mas sob observância do distanciamento físico, mínimo de um metro, entre os participantes, e não sendo obrigatório o uso de máscara facial.

O governo proibiu ainda a abertura ou funcionamento dos ginásios de acesso público, que funcionam nos espaços fechados.

Segundo o executivo guineense, a medida é a resposta do país perante o aumento de casos de infeção pela Covid-19, perante a ameaça do surgimento de uma nova estirpe do vírus da qual o país não terá condições de lutar.

Recorde-se que a Federação de Futebol da Guiné-Bissau agenda para amanhã (26-02), a realização do sorteio para campeonato nacional da primeira e segunda divisão.

© Elvis da Silva 

O GOLO GB 

Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário