Jogo amistoso: DJURTUS DERROTAM “MAMBAS” DE MOÇAMBIQUE POR (1-0)

Um golo do médio defensivo guineense, Jorge Braima Nogueira “Bura”, deu esta quinta-feira, 08 de Outubro de 2020, a vitória à seleção de futebol da Guiné-Bissau frente a sua congênere de Moçambique num jogo amigável realizado em Portugal.


O embate entre as duas seleções lusófonas serviu de preparação para a dupla jornada de qualificação ao Campeonato Africano das Nações a realizar-se nos Camarões em 2022.

No jogo que decorreu no Estádio Municipal de Óbidos, sem a presença do público dos dois países, devido a prevenção contra a pandemia da covid-19, a turma nacional dominou os primeiros 20 minutos do desafio, que terminou com um nulo após os primeiros 45mn da primeira parte e grandes ocasiões de golos.

A seleção moçambicana, orientada pelo treinador português Luís Gonçalves, conseguiu sacudir o domínio dos Djurtus na reta final.

A primeira parte foi de azar para Moçambique devido às lesões do avançado Amâncio Canhembe e do defesa-central Mexer. Para os seus lugares entraram Ifren e Jeitoso.

Já na segunda parte, após algumas alterações em ambas equipas, a partido começou equilibrada, mas à passagem de 15 minutos, a seleção da Guiné-Bissau tomou o domínio da partida, controlando a bola, criando algumas ocasiões de golo e aos 63 minutos, através do canto na direita, Bura marcou oúnico tento da partida.


Nos últimos 15 minutos a seleção moçambicana teve duas ocasiões para igualar a partida, mas o guardião guineense, Rui Dabó, esteve à altura e negou o golo aos Mambas, nome pelo qual é conhecida a seleção de Moçambique.


No final da partida, em declarações à imprensa, o selecionador nacional, Baciro Candé, mostrou-se satisfeito com a vitória, mas disse que o mais importante foi rodar alguns atletas novos.

“A Guiné-Bissau está de parabéns pela vitória, mas o mais importante para mim foi rodar equipa, pensando na dupla jornada contra o Senegal no próximo mês de novembro,  

Candé lamentou os tentos desperdiçados pelos seus pupilos na primeira parte e reconheceu que a seleção Moçambicana é uma grande seleção. 

Com o golo do jogador do Farense da primeira liga portuguesa de futebol, os Djurtus venceram Moçambique no primeiro dos dois encontrosamigáveis da seleção nacional em Portugal. No dia 11 do mês em curso, a seleção nacional defronta Angola.

No desafio frente a Moçambique, Baciro Candé lançou pela primeira vez dois futebolistas guineenses. Trata-se Ença Fati(Feirense) e Simão Junior (Cova Piedade).

Devido a ausência da imprensa guineense em Portugal, a seção desportiva do jornal O Democrata teve que acompanhar o jogo pela página da Golo GB na rede social e na Rádio Jovem Bissau, que entrou em cadeia com a Radio Nacional de Moçambique.  

A Guiné-Bissau, que integra o grupo I de qualificação para o CAN, perdeu, em novembro de 2019, por 3-0 na visita ao Congo, na segunda jornada.  

No próximo mês, a turma nacional vai defrontar na terceira jornada o Senegal, que lidera o grupo com seis pontos.

Por: Alison Cabral

O DEMOCRATA GB


Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário