“FOI UMA BOMBA PARA MIM O FIM DO CAMPEONATO FRANCÊS” - Moreto Cassamá

O futebolista internacional guineense, Moreto Cassamá, jogador de Stade de Reims de França considerou a decisão de dar por findo o campeonato Francês de uma "bomba" para ele e seu clube. 


O Governo francês  decidiu pôr fim ao campeonato Francês, devido a pandemia de Covid-19, à dez jornadas do fim da prova.

Em declaração ao Portal Desportivo O Golo GB, o médio ofensivo guineense não escondeu o seu desagrado com a decisão do governo gaulês.

“Sinto-me muito triste e desagradável com essa decisão prematura, estávamos ainda a dez jornada para o fim. Recebi esta notícia como se fosse uma “bomba atómica” e assim como meu clube, porque estávamos muito bem na caminhada para garantir um lugar nas competições Europeias”, lamentou Cassamá.

O camisa número 23 de Stade de Reims sustentou ainda que, a nível pessoal estava atravessar o melhor momento da época desde que chegou ao futebol Francês, considerando ser melhor momento da sua carreia como futebolista sénior. Pelo que estava a merecer muita confiança do seu treinador David Guion.

Contudo, o atleta de 22 anos de idade reconheceu que o mais essencial neste momento é salvar vidas das pessoas porque a pandemia de covid-19 está a causar vários mortos em todo o mundo.

Cassamá está a cumprir a segunda época no campeonato Francês ao serviço de Stade de Reims da primeira liga francesa de futebol. Na época desportiva dada como finda, o internacional guineense Moreto Cassamá, jogou sete partidas na ligue 1.

Em 28 jogos disputados, Stade de Reims figurou na 5ª posição de Ligue 1 com 41 pontos.

Recorda-se que a decisão de terminar com a “Ligue 1 e 2”, pelo Governo francês foi tornado público no dia 28 de Abril pelo Primeiro-ministro francês Édouard Philippe num discurso no parlamento francês.

Uma decisão que acabou por beneficiar o PSG que liderava a ligue 1 com 68 pontos e que foi declaro campeão da época desportiva 2019/2020.

© Idjé da Costa
O GOLO GB
Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário