BACIRO CANDÉ QUEBRA TRADIÇÃO DE TRÊS ANOS E SEIS MESES SEM VENCER FORA DA GUINÉ-BISSAU

O seleccionador nacional de futebol, Baciro Candé, regressa às vitórias fora da casa no comando técnico dos Djurtus, depois de três anos e seis meses.


Baciro Candé alcançou esta quarta-feira, 04/09/2019, a sua segunda vitória 'fora de casa', desde que regressou ao comando técnico dos Djurtus, no jogo frente a seleção de São Tomé e Príncipe por [0-1], no estádio 12 de Julho, na partida referente a primeira mão da pré-eliminatória para a fase de grupos do Mundial Qatar 2020.

Com esta vitória frente aos “Falcões e Papagaios” de São Tomé e Príncipe, o seleccionador nacional Baciro Candé, volta a vencer uma partida fora da casa, depois de três anos e seis meses sem conhecer o sabor da vitória fora do seu reduto.

A primeira vitória do mister Candé a frente da selecção nacional, fora de Bissau, depois do seu regresso para comandar Os Djurtus, aconteceu no dia 27 de Março de 2016, em Nairobi-Quénia, onde os Djurtus venceram a seleção local por [0-1], com o golo do avançado Cicero Semedo aos 81 minutos. A partida contava pela quarta jornada da fase de grupos de qualificação para o CAN Gabão 2017.

Em vários jogos (oficiail e amistoso), realizados fora da Guiné-Bissau, sempre a selecção nacional, sob orientação de Baciro Candé, saiu com resultado menos positivo, ou seja, empate ou derrota.

O golo que quebrou a tradição, foi apontado ontem por avançado Joseph Mendy aos 85minutos, na marcação de pênalti, cobrança da falta cometida ao próprio ponta-de-lança pelo defesa santomense.

© Idjé da Costa

Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário