BACAR BALDÉ AMEAÇA MOVER QUEIXA JUNTO DA FIFA CONTRA A FEDERAÇÃO E GOVERNO

O internacional guineense, Bacar Baldé ameaça entrar com uma queixa contra Federação de Futebol da Guiné-Bissau e o Governo na entidade que regula o futebol mundial (FIFA).


O lesionado defesa direito, falava ontem, 27 de Setembro, numa conferência de imprensa para explicar assuntos relacionados com a sua lesão que considera de "desinformações" por parte de Crodinilson, um indivíduo ligado à estrutura técnica e selecionador nacional, Baciro Candé.

Bacar Baldé com 20 internacionalizações pela seleção principal da Guiné-Bissau 'Djurtus', lesionou-se gravemente no jogo amigável com a seleção de Angola, realizado no Estádio "25 de Abril" em Penafiel, Portugal, no dia 08 de junho de 2019, na preparação para o Campeonato Africano das Nações (CAN Egito 2019), onde os Djurtus marcaram a presença pela segunda vez consecutiva.

Entretanto, Baldé disse que nem a Federação e nem o Governo fizeram algo para o seu tratamento desde que se lesionou. Criticando duramente o selecionador nacional Baciro Candé, a quem disse que "mentiu" sobre sua pessoa, dando "falsas" informações ao Secretário de Estado de Juventude e Desporto, em como, rejeitou de presenciar na consulta marcada pela estrutura.

Baldé, voltou a realçar aquilo que considera abandono por parte dos seus colegas da seleção, que segundo disse, desde a sua lesão ninguém se preocupou com o seu estado, com a excepção de Judilson Mamadu Tuncara (Pelé).

O internacional guineense que está em Bissau há um mês, afirmou não ter conseguido absolutamente nada por parte da Federação de Futebol e Secretaria de Estado de Juventude e Desporto sobre pagamento do seu tratamento em Lisboa, lamentando na ocasião que, vai ter que vender algumas propriedades suas para concluir o seu tratamento.

Sobre a queixa, Baldé disse que já constituiu advogado para entrar com uma ação junto da FIFA para pedir a indemnização sobre a sua lesão ao serviço de Seleção de Futebol da Guiné-Bissau.

De referir que Bacar Baldé estreou-se na seleção nacional em 2010 com 18 anos na vitória frente a Quénia por [1-0] na era do selecionador português Norton de Matos. Bacar sempre foi titular na seleção e já somou 20 internacionalizações e marcou apenas um golo.

© Edson Rodrigues
O GOLO GB

Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário