OPERAÇÃO SÃO-TOMÉ: BAIXAS DE PESO NOS "DJURTUS"

Além do Zezinho, ex-capitão que formalmente renunciou à seleção, o selecionador nacional Baciro Candé não poderá contar com mais dois jogadores, ambos actuam na primeira liga portuguesa.Tratam-se de Eliseu Cassamá "Nadjack" defesa direito do Rio-Ave que se lesionou na pré-época, e Frédéric Mendy que está afastado dos trabalhos do Vitória de Setúbal por causa de anemia.


Eliseu Cassamá lesionou-se num treino e foi já operado no joelho desde o dia 1 de agosto, contudo o clube não informou o tempo da sua paragem. Segundo o departamento médico do clube Vilacondense, a grave lesão que conduziu o internacional guineense à mesa de operações, deve-se a uma roptura do tendão rotuliano.

Frédéric Mendy deverá tambem estar fora dos eleitos do selecionador nacional Baciro Candé para o duplo compromisso com a seleção São-Tomense, tendo o mesmo estado em tratamento da anemia descoberto pelo departamento médico sadino depois do mesmo ter voltado do compromisso da seleção nacional no CAN-2019.

Sem contar de antemão com Zezinho, Mendy e Cassamá têm sido jogadores importantes na estrutura tática do selecionador nacional, tendo sido notório a presença dos ambos no 11 inicial da seleção nacional. 

Guiné-Bissau  e São-Tomé disputam um lugar para a fase de grupos de qualificação para o munidal 2022, sendo o jogo da primeira mão marcado para o dia 4 de setembro de 2019 no estádio nacional 12 de Julho em São-Tomé.


Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário