OPINIÃO: SORI MANÉ CHEGA AO MOREIRENSE COM SELO DE QUALIDADE


Sori Mané assinou contrato de quatro temporadas pelos minhotos
Sori Mané foi uma dos destaques pela positiva de um Cova da Piedade que na época passada assegurou a permanência na II Liga apenas nas últimas jornadas, garantido com naturalidade o bilhete de entrada no primeiro escalão. O Moreirense, equipa-revelação da I Liga em 2018-19, será a porta de entrada para o internacional guineense de 23 anos, que pode atuar a central ou a trinco.



Com passagem pela formação da Sampdoria, esteve duas épocas no Olhanense antes de se mudar para Almada no verão de 2017. Depois de uma temporada na sombra de Soares, que se transferiu para o Arouca, pegou de estaca, alternando entre o eixo defensivo e a posição mais recuada do meio-campo.

Muito possante (1,87 m) e com moral para dar ordens aos companheiros apesar da tenra idade, utiliza o corpo para ganhar bolas divididas pela relva ou no jogo aéreo, mas é muito mais do que um destruidor de jogo. Tanto numa uma como noutra função exibe características de jogador de equipa grande, ou seja, capacidade para sair a jogar e segurança no passe vertical. Não se limita a jogar passar para o lado e para trás nem a despejar bolas na frente, bem pelo contrário. Sabe queimar linhas através do transporte de bola, jogar apoiado e variar o centro do jogo com qualidade.

Com alguma naturalidade, foi titular nos 33 encontros que disputou pelo Cova da Piedade na época passada e nas três partidas da Guiné-Bissau na Taça das Nações Africanas que se disputou neste verão e foi mesmo o principal destaque dos djurtus no torneio. À frente da defesa, desempenhou um papel idêntico ao do clube, atirando Pelé para terrenos mais adiantados.

Em novembro do ano passado disse aqui que o jogador não iria durar muito tempo no emblema almadense e agora confirma-se. Se o treinador Vítor Campelos acreditar nele e incutir um modelo de jogo alicerçado pela relação com a bola, conforme deu a entender aquando da sua apresentação, arrisco dizer que Sori Mané estará em Moreira de Cónegos apenas de passagem.

Autoria de David Pereira
Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário