DJURTUS VS MAMBAS: 5 FACTOS CURIOSOS DAS DUAS SELEÇÕES



As seleções da Guiné-Bissau e Moçambique voltarão a se enfrentar no próximo sábado (23/03) as 16:30 horário de Bissau, no estádio 24 de setembro na capital guineense, num jogo que conta para a sexta 6ª e última jornada do grupo K da qualificação para o Campeonato Africano das Nações que decorrerá no mês de junho do corrente ano em Egito.

1ª CURIOSIDADE (NÚMERO DO ENCONTRO E RANKING FIFA)
Uma ligeira Vantagem dos Mambas no Ranking
Conforme a Federação Internacional de Futebol Associação (FIFA), as duas seleções só se enfrentaram oficialmente em apenas uma ocasião, que acabou por ditar um empate a duas bolas no dia 8 /09/ 18 em Zimpeto (Moçambique), a partida contava para a segunda jornada do grupo k da qualificação para o Campeonato Africano das Nações (2019).  E os golos da partida foram apontados por: Zainadine Júnior e Maninho (MAMBAS) e para os (Djurtus) Carlos Embaló e Frederick Mendy.
No que tange ao Ranking de FIFA, os Mambas levam melhor que os Djurtus numa diferença de 3 posições, uma vez que ocupam o lugar 117º e os Djurtus ocupam o lugar 120º

2ª AS POSSIBILIDADES DO APURAMENTO DAS SELEÇÕES
Os Djurtus com fortes possibilidades de Apuramento
Na vertente das possibilidades os Djurtus da Guiné-Bissau que ocupam o primeiro lugar do grupo k, fruto de 2 vitórias e 2 empates e 1 derrota, contam com uma chance de 75 por cento de apuramento. eis as possibilidades dos Djurtus:
Vitória na condição do Primeiro do grupo (classifica automaticamente e também irão liderar espontaneamente o grupo “K” com 11 pontos)
Empate (Classifica direto para o CAN, no primeiro ou no segundo lugar do grupo com 9 pontos)
Derrota vantagem no confronto direto sobre a Namíbia (no caso da derrota frente aos Mambas a Guiné-Bissau ainda poderá se classificar, dependendo de uma vitória da Zâmbia frente a Namíbia)
Já as possibilidades dos Mambas são limitadas, para conseguir a classificação são obrigados a ganhar o jogo do próximo sábado frente a Guiné-Bissau.
Vitória (Classifica automaticamente com 10 pontos, na primeira ou na segunda posição, dependendo do resultado do jogo entre a Namíbia e Zâmbia)
Empate (permanecerá na terceira posição com 8 pontos e fora do apuramento)
Derrota (mesmo com uma eventual derrota no jogo do sábado, os Mambas já garantem a terceira posição, devido a vantagem no confronto direto com a Zâmbia)

3ª POTENCIALIDADES DAS SELEÇÕES (CASA E FORA)
Vantagem dos Djurtus
A seleção nacional da Guiné-Bissau conta com um registro muito bom, só nesta qualificação alcançou 6 pontos, ou seja, conta com 100 por cento do aproveitamento (Vitória) dos jogos em casa. E também não perdeu em casa há 4 anos, desde setembro de 2015.
Outra curiosidade é o fato da Guiné-Bissau não perder nenhum jogo oficial com o Judilson Mamadu Tuncará Gomes (Pelé) em campo, algo que até poderia acontecer na única derrota dos Djurtus nesta fase de Grupo frente a Zâmbia, e ele não jogou devido a acumulação do cartão amarelo.
Na vertente dos jogos fora de casa os Mambas contam com a má memória, na medida em que a última vitória dos Mambas fora aconteceu há 2 anos em Zâmbia.

Valor do mercado dos jogadores das Seleções em Milhões de Euros
Superioridade dos Djurtus
De acordo com o site Transfermarkt a Guiné-Bissau conta com um plantel avaliado em 13, 75 milhões de euros.
Ao passo que o plantel dos Mambas e estima em 4, 25 milhões de euros.

4ª PARTICIPAÇÃO DAS SELEÇÕES NOS CAN
Os Mambas com mais experiências nas andanças
A seleção Moçambicana está à procura da sua quinta participação depois de EGIPTO (1986), AFRICA DO SUL (1996), BURKINA FASSO (1998) e ANGOLA (2010).
Ao passo que a turma da Guiné-Bissau procura a sua segunda participação consecutiva, a primeira foi no GABÃO (2017).

5ª BASE DAS SELEÇÕES
No que que concerne a base das seleções, nota-se que a seleção moçambicana de futebol tem o maior número dos jogadores a jogarem em Moçambique, facto contrario aos Djurtus cuja base é Portugal. Maior parte dos jogadores que fazem parte da seleção nacional da Guiné-Bissau jogam no futebol europeu e concretamente em Portgal. Não deixa também de ser curioso o facto que a seleção da Guiné-Bissau actumente tem a equipa técnica composta por guineense mas nenhum jogador que milita no campeonto nacional deste país faz parte da equipa nacional que enfrentará Moçambique neste derradeiro encontro.

Por Suleimane Seide 
In Sou Djurtu


Partilhe no Google Plus

0 comentários:

Publicar um comentário