AMIDO BALDÉ TENTA REGRESSO À LIGA PORTUGUESA

Quase um ano depois, conseguiu voltar ao ativo, no modesto Përparimi Kukesi.
Tromboembolia pulmonar bilateral. O diagnóstico feito em março de 2017 deixava a carreira de Amido Baldé em risco. O avançado, então emprestado pelo Marítimo ao Tondela, foi obrigado a parar, submeteu-se a um tratamento de desfecho incerto mas, quase um ano depois, conseguiu voltar ao ativo, no modesto Përparimi Kukesi, da liga albanesa, onde esteve na segunda metade da última época.

"Estive parado por questões de saúde, como sabem. Recuperei e fui para a Albânia. Fiz exames e o médico disse-me que nada me impedia de continuar a jogar futebol. Fiz alguns jogos completos, marquei dois golos. Já me sinto a 100%", garante a Record Amido Baldé, de 27 anos.

O Kukesi terminou o campeonato no 2º lugar e, com isso, conquistou o direito a estar na 1ª pré-eliminatória da Champions 2018/19, porque o Skënderbeu, campeão, foi banido por 10 anos das competições europeias, devido ao escândalo das apostas e dos resultados combinados. Amido tinha mais uma temporada de contrato mas, para tentar estar novamente perto da família, rescindiu por mútuo acordo e regressou a Lisboa. Livre e sem clube, depois de passagens por Sporting, V. Guimarães ou Celtic, o ponta-de-lança procura agora uma segunda vida em Portugal. "Gostava de ter uma oportunidade na Liga para voltar a fazer aquilo que mais gosto", assume.

in Record
Partilhe no Google Plus