ZEZINHO CONSIDERA NEGATIVA A PRESTAÇÃO DOS DJURTUS NOS DOIS JOGOS AMIGÁVEIS

O capitão da selecção nacional de futebol, Zezinho Lopes, fez uma avaliação negativa da prestação dos “djurtus” nos dois jogos amigáveis realizado na passada semana em França.
A selecção nacional foi derrotada por duas bolas a zero nos dois jogos, frente a Burquina-Faso e Congo Brazaville, respectivamente.

Zezinho Lopes falava ontem, no espaço desportivo Rádio Futebol, na qual descreveu a difícil situação que os jogadores tiveram que passar durante o estágio.
Segundo Lopes, as más condições do estágio, falta de pagamento de subsídios em atraso, acabou por influenciar a prestação dos atletas.

Os atletas reivindicam pagamento de subsídios e prémios de jogo há mais de dois anos em atraso e as despesas de viagens pagas pelos próprios jogadores.
O capitão da turma nacional disse que essa situação tem que ser resolvida. Revelando por outro lado que tirou do seu próprio bolso para pagar a sua passagem de regresso, uma vez que o Bilhete que foi dado não estava pago.
Relatos vindos de França dão conta de má alimentação dos jogadores e até andaram de táxi para o centro de treinos.

Questionado sobre o assunto, Lopes confirma o sucedido, e pediu mais organização e profissionalismo aos dirigentes desportivos do país.
Ainda nesse particular, Zezinho disse que comeram num restaurante japonês que não oferece condições propícias para uma caravana desportiva.
Perante essa situação os jogadores da seleção nacional deixaram um ultimato a Federação de Futebol da Guiné-Bissau.

“Todos já decidiram não voltar a seleção se a situação não for resolvida” vincou. Acrescentando que vão entregar uma carta formal a instituição federativa do país, informando a sua decisão.
Os Djurtus têm um compromisso no próximo mês de Setembro frente a Moçambique. No jogo a contar para a segunda jornada de fase de apuramento para o CAN 2019 em Moçambique. Zezinho disse que a decisão do grupo pode ser conhecida antes dessa partida.
Contudo, Zezinho Lopes pediu o apoio e carinho dos guineenses aos jogadores da turma nacional que estão a atravessar maus momentos.

Depois de se qualificarem pela primeira vez no campeonato africano das nações a seleção de todos nós, a seleção continua a viver momentos difíceis de falta de pagamentos e de viagens mal organizadas e uma desorganização de nível muito amador.
Recorda-se que os djurtus defrontaram a seleção burquinabê na passada quinta fera e no domingo a seleção de Congo Brazzaville, perdendo por duas bolas a zero nos dois encontros.

Por: Alcene Sidibé

Fonte: O GOLO-GB
Partilhe no Google Plus