CANCHUNGO VENCE SUPERTAÇA DE GUINÉ

O Futebol Clube de Canchungo venceu este sábado, 11 de Novembro 2017, a Supertaça ‘Boer’, batendo na final o campeão em título, Sport Bissau e Benfica por um tangencial (1-0), com o golo de Sadam Intambu aos 3 minutos do jogo disputado no tapete sintético do Estádio Lino Correia.

Sob uma assistência razoável do público, os nortenhos comandados pelo experiente técnico João Dembe (Mister Casaco) baixaram um pouco no terreno do jogo, possibilitando a subida de rendimento das “águias” de Bissau, onde aos 5 minutos da partida, Sindey teve uma oportunidade para igualar o encontro para os “encarnados”.
Aos 19 minutos foi a vez do atacante do Benfica Midana cruzar para o ‘el matador’ Toni da Silva que atirou para cima da baliza de Canchungo. Já no minuto 21, foi a vez do próprio Midana desperdiçar uma oportunidade de golo dentro da grande área dos ‘lobos’ de Canchungo. Este resultado prevaleceu durante os 45 minutos.
No reatar da partida, os comandados do jovem técnico João Na Tchigna (Mister Djon) tentaram controlar o jogo, para, pelo menos, empatar e discutir o resultado final, mas a organização defensiva dos lobos de Canchungo impediu as tentativas do voo das “águias”.

Aos 77 minutos do jogo, o atacante de Canchungo Adriano tinha o segundo tento dos visitantes nos pés, mas ao entrar dentro da grande área a guarda do Filipe, optou em fazer um passe errado que facilitou a corte de um defensor encarnado.  Já nos descontos foi a vez de Noé Soares Cassamá desperdiçar uma grande chance de aumentar o placar a favor da turma nortenha.

MISTER CASACO PROMETE TÍTULOS AO CANCHUNGO

O treinador João Dembe (Mister Casaco) disse que prometeu aos populares de Canchungo que ia trabalhar para levar os troféus mais importantes do futebol nacional, fato que, na sua opinião, já está a acontecer, prometendo trabalhar ainda mais para lutar pelo título de campeão nacional da primeira divisão.
“Para quem assistiu o jogo, pode reparar que se soubéssemos aproveitar bem as oportunidades que tivemos podíamos marcar mais três ou quatro golos, mas falhamos no capítulo de finalização e acabamos por ganhar uma bola sem resposta”, explica Casaco.
Canchungo contou com muitas caras novas, provenientes do campeonato do defeso local, onde a equipa técnica fez uma boa prospeção, cujo resultado está espelhado na renovação em curso do seu plantel.

BENFICA PERDE UM OBJETIVO DA ÉPOCA
Treinador do Sport Bissau e Benfica, João Na Tchigna (Mister Djon) João Na Tchigna (Mister Djon) considera que perderam um dos objetivos da época, que era vencer a SuperTaça, prometendo agora trabalhar para o jogo da próxima semana com o mesmo adversário, na abertura do campeonato nacional. Ou seja, os “encarnados” vão viajar até norte do país para defrontar os “lobos” de Canchungo no Estádio Saco Vaz.

Mister Djon revelou que a sua equipa foi ao jogo com apenas 14 jogadores, apontando ainda o baixo índice físico como um dos fatores que jogaram contra os seus rapazes que lhes impossibilitou de jogar a um bom nível durante 90 minutos. Contudo, promete que sua equipa fará uma boa época desportiva, seguindo sempre com os objetivos preconizados pelo clube “encarnado”.

Jovem técnico justifica a derrota de seus pupilos ao facto de terem realizado treinos durante apenas duas semanas antes de abertura oficial da época desportiva 2017/208. Lamentou, contudo, a não calendarização dos jogos pela Federação de Futebol da Guiné-Bissau, que trabalha apenas com os comunicados que indicam as datas e locais de jogos.

Por: Sene Camará via O DEMOCRATA GB
Partilhe no Google Plus