ELISEU CASSAMÁ DISPONÍVEL PARA REPRESENTAR OS "DJURTUS"

O defesa Guineense de 23 ano, Eliseu Nadjack Cassama que joga na primeira liga portuguesa ao serviço de Rio-Ave, mostrou-se disponível para representar a seleção nacional de futebol os Djurtus.

Numa entrevista esta terça feira, ao programa desportivo 4 linhas da Rádio Sol Mansi, Nadjack Cassama mostrou-se disponível para representar os Djurtus se for opção do selecionador nacional de futebol, Baciro Candé.

Se for opção do selecionador nacional de futebol de G.Bissau para representar Os Djurtus sempre estarei disponível, mas com certa condição. Não pela condição financeira mais sim com uma garantia de seguir os caminhos legais de trazer jogador para a seleção nacional”. Disse o jogador

O defesa direito de Rio Ave, Eliseu Cassama alertou a equipa técnica dos Djurtus e Staff da Federação de Futebol da Guiné-Bissau, se querem contar com ele devem fazer contacto direto com o seu empresário, e o seu clube.

as nossas autoridades desportivas devem apresentar aos jogadores e os seus  clubes um projeto ambicioso, assim para que o clube tenha mais informação e confiança em dispensar os seus jogadores" realçou o lateral direito do Rio Ave da primeira liga portuguêsa.

Cassama confirmou a 4 Linhas que se as autoridades desportivas nacionais cumprirem com estas exigência, ele estará disponível 100% para representar Os Djurtus.

Por outro lado Cassama disse que a sua ausência na seleção nacional de futebol para o CAN Gabão 2017 não tem a ver com a sua pretensão de jogar pela seleção de Portugal, como justificara o diretor executivo da seleção nacional de futebol Catió Baldé. Eliseu Cassama afirmou que a sua ausência na selecção tem a ver com a falta de cumprimento dessas exigências.

O Defesa direito Eliseu Cassama era um dos jogadores preferidos pelo selecionador nacional Baciro Candé no campeonato Africano das Nações Can Gabão 2017, para ocupar a posição de lateral direito antes da inclusão de Tomas Dabó na lista final dos jogadores selecionados da turma nacional para o CAN 2017.

Por: Idjé da Costa

O GOLO GB
Partilhe no Google Plus