CANCHUNGO CONQUISTA TAÇA DA GUINÉ

Os Lobos de Canchungo conquistaram hoje, 09 de Julho 2017, taça da Guiné em futebol, ao vencer na final a União Desportiva Internacional de Bissau (UDIB), por uma bola a zero.

Numa tarde em que a banca principal do estádio Lino Correia estava muito bem  composta, com presenças de Ministro de Desporto, Tomás Gomes Barbosa, Presidente da Federação de Futebol, Manuel Irenio Nascimento Lopes e alguns membros do Comité Executiva da federação na tribuna de honra. Foram precisos 112 minutos para que o placar alterasse a favor dos nortenhos, por intermédio de Ibraima Indjai, num chapéu soberbo ao guarda redes de UDIB.

As duas equipas equilibraram o encontro sobretudo nos primeiros 45 minutos. Apesar de equilíbrio e o ligeiro domínio de UDIB durante a primeira parte, a equipa de Canchungo desperdiçou uma grande penalidade, logo no cair do pano, aos 45 minutos. Secoba Coté não conseguiu converter o castigo máximo que foi a melhor oportunidade de golo na primeira metade.

Já na segunda parte os lobos de Canchungo entraram mais confiantes, controlaram o centro de terreno e construíram jogadas de ataque e neutralizaram todas as tentativas ofensivas da UDIB.

Os nortenhos mandaram no jogo e criaram muitas oportunidades de golos, mas não foram eficazes no capítulo de finalização.

Prova disso, é que aos 82 minutos, Secoba quase ia se redimir do penalti desperdiçado na primeira parte, depois de fazer um forte remate na entrada da grande área, que bateu na trave antes de sair por cima.

Apesar do domínio dos visitantes, a UDIB manteve a sua barra defensiva bem organizada, e conseguiram parar algumas investidas da ofensiva de Canchungo.

O resultado não sofreu nenhuma alteração durante os 90 minutos, a razão pela qual as duas equipas foram chamadas para mais 30 minutos de prolongamento, onde fez se a justiça no encontro.

Porém, a UDIB melhorou a sua atitude nos primeiros 15 minutos do tempo extra, e até criou a grande oportunidade de abrir o ativo, aos 12 minutos. O avançado da UDIB, Agostinho permitiu uma defesa espetacular de guarda redes de Canchungo, Papis, que evitou assim aquele que foi a melhor oportunidade de Canchungo.

Num momento em que a UDIB acreditou que podia fazer mais, aumentando a intensidade no jogo, ponta de lança de Canchungo, Ibraima Indjai abriu o activo. Num lance de contra ataque, a bola foi lançada na profundidade e Ibraima Indjai acreditou e de fora de área fez um excelente chapéu ao guarda redes de UDIB, Ivanov, e fixou o resultado final por 1-0 a favor de visitantes.

Com o triunfo, Canchungo somou agora duas taças de Guiné no seu historial, depois de vencer a primeira na época desportiva 2013/2014.


Por: Alcene Sidibé
Fotografias: Marcelo N’canha Na Ritche

Fonte: O DEMOCRATA GB
Partilhe no Google Plus