CAN 2017: GUINÉ-BISSAU SOFRE A PRIMEIRA DERROTA

A seleção nacional da Guiné-Bissau sofreu hoje a sua primeira derrota no campeonato africano das nações após perder por 2-1 frente a seleção Camaronesa no segundo jogo nesta competição.

Os Djurtus entraram bem no jogo, tendo adiantado no marcado aos treze minutos. Numa arrancada fenomenal do Piqueti que numa jogada individual começado ainda na zona defensiva da turma nacional, deixou pelo caminho um adversário e em velocidade conseguiu sozinho conduzir a bola até a grande área onde entrou no meio de dois camaroneses e quase em cima da marca de grande penalidade rematou certeiro para o fundo das redes sem hipóteses para o guarda-redes de Camarões.

Os Djurtus saíram a vencer na primeira parte, mas na  segunda parte tiveram algumas dificuldades em termos de circulação da bola sobretudo na zona mais avançada do terreno facto que permitiu a subida da seleção Camaronesa e a pressão foi ainda mais forte momentos depois que o  Piquete autor do golo saiu aos 50 minutos e entrou para o seu lugar Idrissa Camará.

Os Djurtus aguentaram a pressão dos Leões indomáveis até aos 61 momento em que Sabastien Siani recebeu a bola e de primeira rematou ainda fora da área, com a bola a entrar no canto inferior esquerdo reestabelecendo a igualdade no marcador.

Após sofrido o golo, aos 61 minutos Baciro Candé efectuou mais uma substituição, Toni Brito saiu para a entrada do Sami mas a tendência do jogo não mudou, foram os Camaroneses a criarem jogadas mais perigosas e de novo conseguiu marcara aos 79 por intermédio do Michel Nadeu-Ngadjui que recebeu a bola na entrada da área, sem pressão rematou para o canto inferior da baliza e a bola acabou por entrar na  guarda do Jonas Mendes.
Aos 81 entrou Abel Camará para o lugar do Frederick Mendy, mas a reviravolta dada pelos Camaroneses permaneceu até o final do encontro.

A Guiné-Bissau ocupa agora o último lugar na Série A mas ainda matematicamente tem hipóteses para chagar aos quartos de finais. Camarões agora é o líder do grupo com 4 pontos, seguido de Gabão e Burkina-Faso ambos com dois pontos, e finalmente Os Djurtus com apenas 1 ponto.

A cartada decisiva da seleção nacional será no domingo frente a Burkina Faso, onde os Rapazes de Outro tentarão arrancar uma vitória e esperar que a seleção Gabonesa não vença os Camarões.


in Sou Djurtu
Partilhe no Google Plus