«VOU FAZER UMA MONTE DE INVESTIGAÇÕES NOS PRÓXIMOS MESES PARA CONHECER OS PONTOS FORTES DA GUINÉ-BISSAU» HUGO BROOS SELECIONADOR DE CAMARÕES

Hugo Broos selecionador de Camarões promete fazer uma monte de investigação nos próximos meses com o intuito de conhecer os pontos fortes dos Djurtus, um adversário que ele considera desconhecido.

Em entrevista ao Site oficial da Caf, o experiente técnico Belga de 64 anos reconheceu que estar num mesmo grupo com o país anfitrião não é fácil e ainda no grupo A existem duas grandes equipas, com uma clara ilusão a Burkina Faso e Guiné-Bissau.
O selecionador dos Leões indomável foi ainda mais longe dizendo que as expectativas são enormes sobre a passagem da sua equipa para a fase das eliminatórias e que todo mundo espera ver a seleção Camaronesa nos Quartos de finais sem levar em consideração a força de uma equipa como a da Guiné-Bissau, concluiu confessando que a Guiné-Bissau é uma equipe desconhecida para ele e vai estar fazendo uma monte de investigação nos próximos meses para ser capaz de descobrir a força dos Djurtus.

Hugo Broos como técnico principal começou em 1988 no RWD Malenbeek clube Belga antes de chegar a Seleção Camaronesa, passou por grandes clubes na Europa como: Bruges, Genk e  Anderlecht, clubes Belgas, teve uma passagem nos Turcos de Trabzonspor em 2009, é um conhecedor do futebol africano, passou 2 anos no campeonato de Algéria, em 2014 no JS Kabylie e 2015 por NA Hussein Dey, finalmente em 2016 assumiu o comando técnico dos Leões indomáveis que figura no mesmo grupo com a Guiné-Bissau no Total AFCAN 2017.
in Sou Djurtu
Partilhe no Google Plus