GUINÉ-BISSAU É ÚNICA SELEÇÃO DOS PALOP APURADA PARA O CAN 2017

A Seleção nacional de futebol da Guiné-Bissau ´´DJURTUS´´ vai participar pela primeira vez numa fase final do campeonato africano das Nações após ter conseguido uma inédita qualificação a uma jornada do final da fase de grupo de qualificação para a referida competição.

De 14 de Janeiro a 4 de Fevereiro de 2017 no Gabão o país marcará a sua inédita e histórica presença nesta competição, uma edição em que será o único representante dos países africanos falantes da língua portuguesa visto que os outros países do PALOP que habitualmente representam o PALOP caso de ANGOLA e CABO-VERDE não conseguiram se qualificar para esta edição do CAN tal como MOÇAMBIQUE E SÃO-TOMÉ.

Os DJURTUS começaram bem a fase de qualificação com um empate a zero bem conseguido no solo Zambiano, após este jogo, todos os guineenses estiveram com toda esperança que a seleção nacional ia conseguir a qualificação, logo no seguinte jogo em casa frente ao Congo sofreu uma pesada derrota por 2-4 que deitou a saída da equipa técnica liderada pelo antigo internacional português PAULO TORRES.
A esperança dos guineenses renasceu com a entrada da equipa técnica liderada pelo BACIRO CANDÉ que estava ao serviço de Sporting Clube de Guiné-Bissau, contudo para muitos analistas atentos ao futebol nacional Baciro Candé não
era a pessoa ideal para assumir este cargo, para alguns ele passou muitas vezes na Seleção nacional e não teve êxitos.
A dupla CANDÉ e ROMÃO conseguiu a sua primeira vitória em casa frente a seleção Queniana, com o importante golo apontado por IDRISSA CAMARÁ, seguiu para a quarta jornada com a seleção Queniana já na Quénia onde de novo venceu por uma bola a zero com o golo do experiente avançado CÍCERO SEMEDO de  Paços de Fereira de Portugal.

Num jogo histórico disputado por no Estádio nacional 24 de setembro em Bissau  a contar da quinta jornada de qualificação para o Can 2017 frente a poderosa seleção Zambiana, a Guiné-Bissau venceu por 3-2 tendo desempatado a partida já nos descontos por TONI BRITO, depois do jogo o selecionador nacional emocionalmente falou no fash intervio no estádio 24 de setembro que a Seleção estaria no CAN, um dia depois com a derrota de Congo frente a seleção queniana a Guiné-Bissau conseguiu a sua inédita presença no CAN a um jogo do fim da fase de qualificação. Já no seu último jogo perdeu com a seleção congolesa no Congo por uma bola a zero, mas a tal derrota não afetou a sua qualificação, manteu como líder do grupo com 10 pontos fruto de 3 vitórias e um empate. A seleção nacional só não conseguiu vencer seleção do Congo, somou duas derrotas com essa seleção que seguiu na segunda posição do grupo com 9 pontos conquistados.

De salientar que a seleção nacional foi alvo de um protesto referente ao jogo disputado em casa com a Zambia, a federação Zambiana de futebol alegou a utilização do guarda-redes PAP FALL, mas o referido protesto não foi aceite pela CAF, confirmando assim a inédita participação da turma nacional para o CAN.

No referido CAN a Guiné-Bissau será o único representante dos países africanos falantes da língua portuguesa, sendo esta a primeira participação na sua história.

A Guiné-Bissau conhecerá os seus adversários no CAN já no mês de Outubro onde vai ser feito o sorteio, definindo assim os grupos no próximo CAN.

in Sou Djurtu


Partilhe no Google Plus